top of page

O Futuro dos Dividendos Petrobras: Será Este o Fim?

Atualizado: 8 de jun. de 2023

Estamos vivendo um momento crítico para a Petrobras #PETR4, que pode sinalizar mudanças significativas, incluindo o possível fim dos dividendos Petrobras.

dividendos petrobras

Recentemente, o governo brasileiro anunciou alterações na política de preços por paridade internacional da Petrobras para combustíveis, e declarou a redução imediata do preço da gasolina e do óleo diesel.


A Reação do Mercado aos Dividendos Petrobras


Parece uma boa notícia à primeira vista, certo? Porém, pode não ser tão favorável para os acionistas da Petrobras...


Muitos esperavam um cenário radical, com congelamento de preços ou subsídios para importação. O que observamos foi uma mudança mais sutil, mas ainda assim, significativa.


As ações da Petrobras (PETR4) tiveram um aumento de 2,49% imediatamente após o anúncio, devido à mudança menos radical.

petrobras, ações, petr4, dividendos, política de preços, dividendos petrobras

Entretanto, em seguida, as ações quase retornaram aos níveis anteriores, à medida que os investidores começaram a se perguntar:


Quais os impactos que a Petrobras pode enfrentar em um cenário de Petróleo a US$ 100 e incapacidade de ajustar os preços de forma equivalente no mercado doméstico? 📉


Impacto nos Dividendos Petrobras


É compreensível pensar que não haverá impacto significativo com a mudança na política enquanto os preços do petróleo permanecem estáveis (Brent a US$ 74), mas seria imprudente supor que essa estabilidade continuará indefinidamente.


O abandono da paridade com os preços internacionais do petróleo pode afetar a lucratividade da companhia, o que consequentemente poderá afetar os dividendos Petrobras. 💰


Atualmente, a política de dividendos trimestral da Petrobras estabelece uma remuneração mínima anual de US$ 4 bilhões quando o preço médio do petróleo Brent for superior a US$ 40 o barril, independentemente do nível de endividamento. 📈


No entanto, se a dívida bruta estiver abaixo de US$ 65 bilhões, a Petrobras precisa distribuir aos acionistas 60% da diferença entre o Fluxo de Caixa Operacional (FCO) e os investimentos.


Esta política, somada ao desconto de múltiplos por ser uma estatal, fazia com que a Petrobras fosse considerada uma ótima pagadora de dividendos até o recente anúncio. 💵


Com as novas mudanças, os preços da gasolina e do diesel passarão a ser formados considerando o custo para o cliente, favorecendo compradores que demandem maiores volumes ou que sejam clientes de longa data.


Este movimento pode beneficiar distribuidores como Vibra - VBBR3 (+13,6% nos últimos 5 dias) e Ultrapar - UGPA3 (+3,83%), que podem ter acesso a preços mais competitivos e ampliar suas margens. 🚚⛽


Com a mudança, o payout dos dividendos Petrobras pode reduzir para cerca de 35% do lucro na nova política, o que pode resultar em um dividend yield inferior a 10% em um cenário menos favorável.


Vale ressaltar que de 2014 a 2017, a Petrobras não realizou pagamento de dividendos, o que pode servir de alerta para quem investe nas ações da empresa com foco em dividendos. 📉


Conclusão: O Futuro dos Dividendos Petrobras


Na Alkin Research, sempre enfatizamos a importância de estar ciente dos riscos associados à influência governamental nas ações da Petrobras.


É desencorajador pensar que estamos cada vez mais distantes do potencial de valorização que a companhia teria em um cenário sem tanta interferência governamental.


Porém, a boa notícia é que existem outras opções de investimento. Há mais de 500 empresas na bolsa, e nós da Alkin selecionamos as melhores com alto potencial de valorização.


Quer saber mais sobre como investir em alternativas aos dividendos da Petrobras? Desbloqueie o seu acesso ao conteúdo PREMIUM da Alkin ainda hoje. Use o cupom exclusivo MAIO19 e ganhe 10% de desconto..

dividendos petrobras

Comments


bottom of page