top of page

Independência ou morte

O ano de 2023 mal começou a o novo presidente já começou a atacar o mercado financeiro e o banco central brasileiro em uma missão bastante perigosa.

Qual o motivo da raiva de Lula com o mercado? Por que o Lula quer mexer no Banco Central e quais os riscos dessa jogada política? O que pode acontecer com a bolsa de valores, e o que que a Turquia tem a ver com isso?


A seguir você irá descobrir a resposta para essas e outras perguntas.


Não é mistério pra ninguém que Lula não é nem um pouco simpatizante com o mercado. Mas muita gente não entende o motivo de toda essa raiva.


Quem é o mercado?


O que precisamos primeiro deixar claro é que o mercado não é aquele onde você compra pão francês pela manhã ou uma entidade misteriosa formada por um grupo de 7 pessoas numa sala com ar-condicionado em um prédio de luxo.


O mercado vai muito além disso.


Ele é um conjunto de todas as pessoas que movimentam a economia.


E se você acha que é aquele grupo de 7 pessoas no ar-condicionado que faz isso, está muito enganado.


O que move a economia é a confiança do consumidor. Um consumidor confiante é estimulado a consumir, comprar, investir.


Então desde quando você vai comprar pão francês pela manhã até quando o Itaú compra R$ 2 bilhões de uma ação na bolsa de valores, a economia e o mercado, estão sendo movimentados.


O pão que você compra ajuda o produtor rural que levou o trigo, a padaria ou o supermercado que você comprou, a empresa que vendeu o forno para aquele pão ser assado, gerou emprego pra pessoa que vendeu pra você...


E eu poderia ficar aqui por dezenas de parágrafos mencionando só o impacto que uma única pessoa gera na economia com uma simples compra de pão.


Mas não temos todo esse tempo e você quer saber o que que o Lula vai fazer agora, e como isso impacta a sua vida, a economia e o seu dinheiro.


Agora que você já entendeu que o mercado é formado por todos nós, independente se a pessoa investe ou não, se tem dinheiro ou não, ainda deve estar se perguntando:


Por que o Lula está indo contra o mercado?


Você sabe que dinheiro não cai do céu. Infelizmente.


Dinheiro fácil para a sociedade gera inflação. E esse dinheiro fácil vêm principalmente por taxas de juros mais baixas ou por auxílios financeiros desproporcionais para a população.


Mas parece que o Lula não entende isso.


Lula adota uma política de gastos totalmente indisciplinada, que não tem qualquer preocupação com o fiscal. O presidente acha que é só baixar juros e distribuir dinheiro pra todo mundo que fica tudo certo.


E nesse caso, o ditado popular é invertido.


Depois da bonança, vem a tempestade...

E a tempestade tem nome: Inflação.


E para conter a expectativa de inflação futura, o que o Banco Central precisa fazer, no atual momento, é conter as taxas de juros em patamares elevados.


E aí é que o Lula fica furioso.

Você pode achar que é implicância política ou que isso não passa de achismo, mas vamos ver o que aconteceu na Turquia. Mas antes de saber o que aconteceu por lá precisamos tocar em um tema importante:


A independência do Banco Central.


Desde fevereiro de 2021, o nosso Banco Central brasileiro é independente. O que isso quer dizer?


Que o presidente ou seja lá quem for, não pode interferir na decisão da taxa de juros, ficando essa decisão restrita ao Banco Central.


E por que isso é importante?


Por que o presidente muitas vezes (como é o caso atual) não tem qualquer conhecimento sobre a economia, e faz uso da política monetária para um benefício atual sem pensar no impacto que a indisciplina pode trazer saúde financeira do país no futuro.


A Turquia por exemplo, que não tem um banco Central independente, teve seu governo baixando agressivamente as taxas de juros mesmo em meio a uma inflação explodindo.


Resultado: A inflação da Turquia subiu ainda mais, saindo de 10% em junho de 2020 para 85% no final de 2022.

inflação na turquia - turkey CPI inflation

Agora você imagina o que gera de preocupação o Lula ameaçar acabar com essa independência do Banco Central pra fazer o que ele bem quiser com a taxa de juros.


A pergunta que não quer calar: Lula pode fazer isso?


Sozinho, não. Lula precisaria de um apoio do congresso que ele não tem hoje para acabar com a independência do Banco Central.


Mas ele está escolhendo uma outra opção:


Fazer uma jogada de política de massa, fazendo o Banco Central de vilão e colocando todos os seus eleitores contra a entidade.

O que ele ganha com isso?


Uma força gigante de pressão social, tornando a questão algo de interesse até por quem não sabe nem o que é a Selic.


Pelo menos até 2024, quando termina o mandato do atual presidente do Banco Central Roberto Campos Neto, a autonomia do BC parece estar salva.


O problema é o que vai acontecer depois.


O mercado reflete hoje todas as expectativas futuras. E a incerteza sobre a independência do Banco Central é grande, pois não existe economia desenvolvida, próspera e com inflação Controlada no mundo que não tenha um Banco Central independente.


E o Brasil não pode dar esse passo pra trás.


O Lula pode não acabar com a bolsa de valores, mas pode destruir a economia, mais uma vez, o que é tão grave quanto. Se você quer saber como pode ganhar dinheiro nesse cenário, agenda agora uma consultoria exclusiva.


O link está aqui embaixo. Te espero lá no Zoom.

Na hora de saber onde investir,

Escolha a Alkin Research.

Comments


bottom of page